visita virtual               notícias     

 

FOTOS

 clique na imagem acima ou no endereço abaixo

https://goo.gl/photos/jn5WoBghm4bbXWVq7

 

 

29 junho
a
10 setembro

 
3ª a 6ª 10h00»17h00
sáb. e dom. 14h30»17h300
 
entrada grátis

 


Sem o papel, todo o conhecimento transmitido socialmente, a que chamamos cultura, não teria tido tanto desenvolvimento.
 
A escrita necessitava de um suporte universal e económico para se difundir, pelo que, sem o papel, o nosso mundo simplesmente não existiria, tal como o conhecemos hoje.
 
Alguns papéis não transmitem apenas mensagens escritas, contendo também outras mensagens gravadas na sua própria estrutura, definindo a identidade daquele papel. Essas mensagens são denominadas filigranas ou marcas de água que apenas são visíveis em contraluz.
 
A marca de água é a principal característica da segurança do papel que é usado em documentos de grande valor como as notas de banco, não permitindo a sua falsificação.
 
O fabrico do papel foi introduzido na Europa acerca de 1000 anos, através da Península Ibérica. Atualmente, um dos maiores fabricantes do mundo destes papéis especiais é a Fábrica de Papel da FNMT-RCM, imprensa nacional e casa da moeda espanhola.
 
 
 
Nesta fábrica, as marcas de água do papel para notas de banco e para outros usos específicos, são criadas por artistas especiais: os gravadores de marcas de água.
 

 

A FNMT-Real Casa de la Moneda de Espanha, o Município de Santa Maria da Feira e a organização do XII Congresso Internacional História do Papel na Península Ibérica, convidam à descoberta do mundo do papel e das filigranas, do seu uso e da sua história.
 
entrada grátis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 



Forminhas




procurar no site
mudar papel
papel 1 papel 2 papel 3 papel 3
aumentar letra
Diminuir letra Aumentar letra
destaque
Nenhum registo encontrado.
agenda do museu