o museu . objectivos

O Museu do Papel, embora tenha o dever de conservar e recuperar património industrial e memórias do papel, tem igualmente o dever de criar condições para o surgir de novas memórias, investindo numa política cultural que responda às expectativas da comunidade local e que, simultaneamente, constitua uma proposta de modernidade face à heterogeneidade de interesses do público que o visita.

Constituindo o primeiro e único museu monográfico dedicado, em Portugal, à História do Papel, tem necessariamente de apoiar e colaborar na salvaguarda, estudo e divulgação do património industrial papeleiro, a nível local, regional e nacional.

 

Roda hidráulica da Fábrica do Engenho Velho – S. Paio de Oleiros

Roda hidráulica da Fábrica do Engenho Velho - S. Paio de Oleiros



De um modo específico e sistemático, o Museu do Papel propõem-se dar consecução aos seguintes objectivos:

> Preservar e conservar os edifícios que integram o Museu do Papel, bem como o Núcleo Museológico do Engenho Novo;

> Estudar, documentar, conservar, inventariar e divulgar as colecções que constituem o seu acervo;

> Enriquecer o património do museu através da aquisição de objectos de interesse para a História e Arqueologia Industrial do Papel, bem como de arquivos familiares e empresariais, de acordo com a política de incorporações definida pelo Museu do Papel;

 

Moinho de galgas da Fábrica da Cardanha – S. Paio de Oleiros
Moinho de galgas da Fábrica da Cardanha - S. Paio de Oleiros


> Proporcionar condições de investigação sobre a História do Papel em Portugal, através de um centro de documentação e de uma biblioteca especializada em História e Fabrico do Papel e Marcas de Água;

Marca de água de Papel Selado. 1860 Fábrica da Azenha – Paços de Brandão
Marca de água de Papel Selado. 1860
Fábrica da Azenha - Paços de Brandão



> Promover a edição de trabalhos científicos sobre a História do Papel e das Marcas de Água, bem como de temas ligados à História do Quotidiano do Papel, nomeadamente Histórias de Vida;

Antiga operária papeleira
Antiga operária papeleira


>  Promover a celebração de protocolos de colaboração com outros museus, associações papeleiras e instituições de solidariedade social, a nível nacional e internacional;

>  Consolidar o exercício dum conjunto de boas práticas, inerentes a uma museologia actual e actuante;

> Desenvolver novos espaços de cultura, alargando e diversificando públicos, e concebendo e implementando projectos educativos especificamente destinados a públicos com necessidades especiais;

> Desempenhar uma intervenção activa na vida cultural, científica e educacional do concelho e da região.

Festival de Musica CIRAC 2003
Festival de Musica CIRAC 2003




Forminhas




procurar no site
mudar papel
papel 1 papel 2 papel 3 papel 3
aumentar letra
Diminuir letra Aumentar letra
destaque
Férias de Papel - Um Natal de Papel

agenda do museu